YouTube pretende lançar um rival do TikTok focado em vídeos de 15 segundos

O YouTube está mirando diretamente no TikTok. A empresa anunciou na quarta-feira passada, que está começando a testar um novo recurso no celular que permitirá aos usuários gravarem vídeos multisegmentados de 15 segundos. Esse é o mesmo tamanho que o padrão no TikTok, bem como o novo clone no Instagram, o Reels.

Os usuários do novo experimento do YouTube verão uma opção para “criar um vídeo” no fluxo de upload para dispositivos móveis, diz a empresa.

Semelhante ao TikTok, o usuário pode tocar e segurar o botão de gravação para gravar seu clipe. Eles podem tocar novamente ou soltar o botão para parar a gravação. Esse processo é repetido até que eles criem 15 segundos de vídeos. O YouTube combinará os clipes e o enviará como um único vídeo quando a gravação terminar. Da mesma forma que é feito no TikTok.

A introdução do recurso também significa que os usuários que desejam gravar conteúdo de vídeo para celular por mais de 15 segundos não poderão mais fazer isso no aplicativo do YouTube. Em vez disso, eles precisam gravar o vídeo mais longo em seu telefone e enviá-lo da galeria para publicá-lo no YouTube.

O YouTube não forneceu outros detalhes sobre o teste – se posteriormente irão incluir mais controles e recursos relacionados ao fluxo de trabalho de formato curto, como filtros, efeitos, música ou botões para alterar a velocidade do vídeo, por exemplo. Essas são as ferramentas que tornam um vídeo TikTok o que é hoje – não apenas a duração do vídeo ou o estilo de gravação de vários segmentos.

Ainda assim, vale a pena notar que o YouTube tem em vista o mesmo formato de vídeo curto popularizado pelo TikTok.

Essa não seria a primeira vez que o YouTube rebateu um rival imitando seu conjunto de recursos com um dos seus.

A empresa lançou em 2017 uma alternativa ao Instagram Stories, projetado para a criação e o compartilhamento de vídeos mais casuais. Mas os stories do YouTube não atendem ao público TikTok, pois o TikTok não é tanto sobre vlogs pessoais quanto sobre conteúdo coreografado e ensaiado. Isso exige um fluxo de trabalho e um conjunto de ferramentas diferentes.

O YouTube confirmou que os vídeos desta experiência não estão sendo enviados como stories, mas não ofereceu detalhes sobre como os vídeos de 15 segundos seriam visualizados no aplicativo do YouTube.

As notícias da mais recente experiência do YouTube chegaram um pouco antes do grande discurso do TikTok para os anunciantes no IAB NewFronts desta semana. O TikTok lançou o TikTok For Business, sua nova plataforma destinada a marcas e profissionais de marketing que desejam fazer negócios no aplicativo da TikTok. No novo site, os anunciantes podem aprender sobre as ofertas de anúncios do TikTok, criar e acompanhar campanhas e participar do e-learning.

O YouTube diz que seu novo teste de vídeo está sendo executado com um pequeno grupo de criadores no iOS e no Android. Um porta-voz da empresa observou que esse era um dos vários testes realizados pela empresa em torno de vídeos em formato curto.

“Estamos sempre experimentando maneiras de ajudar as pessoas a encontrarem, assistirem, compartilharem e interagirem com mais facilidade com os vídeos mais importantes para eles. Estamos testando algumas ferramentas diferentes para que os usuários descubram e criem vídeos curtos”, disse um porta-voz do YouTube. “Esta é uma das muitas experiências que realizamos o tempo todo no YouTube, e consideraremos lançar os recursos mais amplamente com base no feedback dessas experiências”, acrescentaram.

Fonte: Sarah Perez – Tech Crunch

Deixe uma resposta