3 perguntas para saber se vale a pena apostar em Trending Topics

O conteúdo de Trending Topics tem vantagens, mas também pode ser uma furada.

Com conteúdo focado em Trending Topics, você pode ter um público preparado para considerar o assunto valioso, o que levará mais rapidamente a ter visualizações e mais compartilhamentos. Mas em compensação você pode acabar investindo seu tempo para criar conteúdos que podem se tornar irrelevantes mais rapidamente.

Então, como você decidir quando buscar tópicos em alta ou se manter com conteúdo permanente? Para saber responda a essas três perguntas.

Pergunta 1: Quanto tempo você tem?

A chave para criar Trending Topics é garantir que o tópico pode levantar seu conteúdo o suficiente em curto prazo para fazer com que valha a pena seu gasto de tempo e recursos.

Você precisa de tempo suficiente para 1) criar o conteúdo 2) promover o conteúdo e 3) se beneficiar do compartilhamento/visualização. Todas as três coisas devem acontecer enquanto o tópico ainda está em alta.

Na Fractl, fizemos parceria com a Exploding Topics, uma empresa de pesquisa de tendências da Internet baseada em tecnologia, para ter uma ideia melhor da vida útil dos trending topics com base em dados de pesquisa.

Os rótulos dos Tópicos de sucesso se enquadram em três categorias – regular (crescimento sólido mês após mês), explosão (demanda em aceleração) e pico (pouco ou nenhum crescimento após o pico de interesse).

Para nossos propósitos, queremos olhar para a seção laranja no gráfico acima – explodindo para o pico, significando o momento em que o tópico teve sua maior popularidade.

Em média, os tópicos permanecem nessa fase de alta tendência por cerca de 10 meses. Nada mal, certo?

Mas muitos fatores podem afetar o motivo pelo qual um tópico é popular, por isso decidimos analisar os cronogramas de tendências por nicho do setor.

(Para esclarecer, não estamos falando sobre trending topics devido às notícias de última hora. Esta exploração examina especificamente os trending topics. Por exemplo, na categoria de alimentos, alguns tópicos podem ser “keto” ou “Uber Eats”)

Como você pode ver, nem todos os setores são iguais no que diz respeito à longevidade de seus trending topics. Tópicos em setores como viagens e finanças têm maior poder de permanência, enquanto tópicos nos setores de esportes e fitness percorrem as tendências mais rapidamente.

Se o seu nicho de mercado tem um cronograma mais longo para tópicos da fase de explosão ao pico, o risco de investimento em conteúdo provavelmente é menor do que um setor com um cronograma mais curto. Você terá mais tempo para que o conteúdo ganhe força e permaneça relevante.

Isso significa que se o seu setor tem um cronograma curto, você deve renunciar os trending topics? Claro que não. Mas é bom estar ciente dos desafios em potencial.

DICA: Crie uma programação realista para saber quanto tempo levará para criar e promover seu conteúdo. (Consulte os cronogramas de projetos de desenvolvimento de conteúdo anteriores para ajudar a verificar suas estimativas.) Esse cronograma permite tempo suficiente para ver ativamente o projeto de conteúdo de tendência?

Pergunta 2: Você tem algo novo para contribuir?

Um trending topic já é popular, portanto, também é provável que seja um tópico saturado de conteúdo. Assim, a segunda pergunta: que valor novo e específico seu conteúdo pode oferecer?

Vejamos duas opções – uma com base em seu público e outra com base em sua capacidade de pesquisa.

Público existente

Durante a pandemia, o interesse pelo ciclismo aumentou, já que muitas pessoas evitam o transporte público ou procuram atividades ao ar livre.

A Bike Shop Girl teve uma visão mais ampla sobre o assunto – procurando manter o interesse após o fim do COVID-19. A postagem resultante atraiu mais de 1.800 engajamentos no Facebook, de acordo com uma pesquisa do BuzzSumo.

Foi o único artigo sobre o assunto? Não. Os principais veículos de notícias publicaram artigos semelhantes.

Ainda foi bem-sucedido porque a Bike Shop Girl falou com seu público – ciclistas ávidos – e explicou como eles poderiam encorajar as pessoas a praticarem e continuarem pedalando. Este objetivo específico e público trabalharam a favor da Bike Shop Girl.

Se você tem um público dedicado, é mais provável que confie em seu conteúdo para Trending Topics do que em uma pesquisa geral na web. Você pode personalizar o trending topic para fornecer o conteúdo que os membros do público desejam e/ou precisam.

Desenvolvimento de novas percepções

Outra maneira de garantir que você está fornecendo algo novo para uma conversa de tendência é criar notícias relacionadas a ela. Você conduz a pesquisa que revelará os dados para responder às perguntas feitas pela comunidade em geral.

Veja este exemplo do Slack, um aplicativo de comunicação empresarial. Ele mergulhou no trending topic do teletrabalho na era do COVID-19. Ele pesquisou mais de 2.800 trabalhadores à distância (novos e veteranos) para ver como eles estavam se adaptando, os desafios que enfrentaram e os benefícios que ganharam.

Ao apresentar novas informações que contribuem para uma conversa de tendências mais ampla, você tem muito mais chances de receber atenção tanto do seu público quanto de sites de terceiros, incluindo a mídia.

DICA: para garantir que sua ideia de conteúdo de tópico de tendência seja única, sempre pesquise que outro conteúdo está disponível sobre o tópico de tendência em geral, bem como seus nichos planejados. Ferramentas como o BuzzSumo podem ajudar a identificar histórias semelhantes. Você também pode fazer pesquisas na web padrão para ver o que as páginas de resultados mostram sobre o que está sendo coberto e o que as pessoas estão perguntando.

Pergunta 3: você consegue encontrar uma interseção entre o conteúdo tendência e o perene?

Se suas respostas às duas primeiras perguntas forem não ou talvez, essa pergunta pode levar a uma solução viável. Desenvolver conteúdo onde o trending topic encontra um tópico perene costuma ser o melhor cenário. O conteúdo pode falar sobre um trending topic em um contexto mais amplo que o tornará aplicável por muitos anos. Conseguir isso, no entanto, não é fácil.

Vamos voltar ao tópico do ciclismo na idade de COVID-19.

Em 17 de maio, a Global Mountain Bike Network publicou este vídeo e incluiu esta descrição:

“Os tempos têm sido muito diferentes para quase todas as pessoas no mundo, e temos certeza de que as coisas têm sido difíceis para muitas pessoas. A Saúde Mental (sic) tem sido um ponto de discussão nos últimos anos, ainda mais no momento, com grande parte do mundo em confinamento.”

Enquanto eles colocam o contexto da pandemia no início do vídeo, o resto envolve a exploração geral do impacto do mountain bike na saúde mental. Até mesmo o título – O ciclismo de montanha pode ajudar sua saúde mental? MTB é nossa terapia – não faz referência a COVID-19. A Global Mountain Bike Network descobriu que é difícil, mas valiosa, a interseção de um tópico de tendência (COVID-19) e um perene (saúde mental).

DICA: faça estas perguntas sobre um trending topic para ver se existe um ângulo perene:

  • Por que isso é tendência? A que necessidade ele está atendendo?
  • Existem tendências de tópicos semelhantes e, em caso afirmativo, como eles se encaixam?
  • Como esse tópico evoluiu e para onde ele irá?
  • Este tópico é a ideia principal ou é um subconjunto de uma ideia maior e mais importante?

Pense antes de abordar tópicos populares

Muitas vezes, vale a pena abordar o trending topic. Isso ajuda o público a perceber que sua marca está no topo de seus interesses e pode ter uma perspectiva única para compartilhar. Também pode ajudar públicos novos e maiores a descobrirem seu conteúdo. Mas a chave é responder a essas três perguntas antes de mergulhar de cabeça no desenvolvimento de conteúdo sobre trending topics. Essa exploração crítica ajudará você a identificar se a criação de conteúdo em torno dessa conversa será útil para seu público e sua empresa.

Se você tem uma ferramenta para sugerir (incluindo a de sua empresa), por favor, compartilhe nos comentários.

Fonte: Amanda Milligan – Content Marketing Institute

Deixe uma resposta